Maré Vermelha

O que é, causas, como ocorre, resumo das características, como combater, algas, curiosidade

Maré vermelha: aumento de microalgas no mar.
Maré vermelha: aumento de microalgas no mar.

 

O que é maré vermelha


Na região marinha em que a luz do sol consegue penetrar existem organismos que no seu conjunto recebem o nome de plâncton. Dentre esses organismos estão algas microscópicas. O fenômeno maré vermelha resulta do crescimento explosivo de algumas espécies de microalgas. Alguns profissionais dão o nome de floração de algas a esse processo.



Características principais


Nós nos acostumamos a usar o nome maré vermelha. Mas o aumento do número de microalgas no mar não necessariamente leva ao aparecimento na água de manchas com essa cor. As manchas também podem ser amarelas, laranjas ou marrons. Outros traços importantes da maré vermelha:


- Pode acontecer naturalmente em resposta a mudanças associadas às estações do ano, as quais interferem no regime de luz solar e na disponibilidade de nutrientes.


- Pode acontecer por ação dos humanos, uma vez que riachos carregando resíduos domésticos deságuam no mar. Esses resíduos contribuem para aumentar excessivamente a concentração de nitrogênio e fósforo no litoral, favorecendo a reprodução de certas microalgas. Ou seja, ocorre uma eutrofização.


- Uma vez que a população de microalgas é grande, existem mais microalgas morrendo e entrando em decomposição. A decomposição das microalgas favorece o aumento do número de bactérias que consomem o oxigênio dissolvido na água. Isso leva à limitação na respiração por parte de muitos organismos


- Por provocar menor concentração de oxigênio e maior turbidez da água do mar, a maré vermelha introduz alterações nos diferentes níveis tróficos da cadeia alimentar marinha.



Como combater a maré vermelha?


Se ela acontece no litoral paulista, técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) vão até o local. Eles coletam amostra da água para identificar a espécie de microalga causadora do fenômeno. Eles podem usar barreiras físicas para limitar a expansão da mancha caso eles identifiquem algas que eliminam toxinas depois que morrem.



Curiosidade ecológica:


Uma das últimas marés vermelhas expressivas aconteceu em Santos (SP) em 2016 [http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2016/08/estado-proibe-venda-e-consumo-de-moluscos-apos-mare-vermelha.html]. A população da alga Dinophysis acuminata estava imensa. O comércio de ostras e mexilhões foi proibido, pois eles poderiam estar contaminados com toxina.

 

 

Última revisão: 09/10/2019
___________________________________

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo.



Maré Vermelha Temas Relacionados
Bibliografia Indicada:

 

Gêneros de algas de águas continentais do Brasil

Autor: Bicudo, Carlos E. de M

Editora: Rima

Ano: 2005

Temas do livro: Biologia, Ecologia, Botânica

Veja Também
GALERIA DE IMAGENS Tartaruga marinha: exemplo de réptil
PERGUNTAS E RESPOSTASPerguntas e respostas de diversos temas e áreas da Biologia.ver
PESQUISADORESSaiba mais sobre a biografia dos grandes pesquisadores que revolucionaram o mundo da ciência. As grandes...ver
SaúdeInformações e resumos sobre temas relacionados à saúde humana, alimentação, doenças, dicas para levar uma...ver
Dicionário de BiologiaSaiba o significado de várias palavras relacionadas ao estudo de Biologia, definições importantesver