Bactérias

Bactérias são microrganismos unicelulares. Saiba mais sobre elas no artigo desta página.

Bactérias: imagem de microscópio
Bactérias: imagem de microscópio

 

Definição em Biologia (o que são)

 

As bactérias apresentam uma estrutura celular bastante simples. Diferente do que ocorre com as células animais e vegetais, elas nem sempre apresentam as mesmas características, com isso, apresentam variações em sua forma, tamanho, virulência, etc.

 

Características principais das bactérias

 

Esta forma de vida unicelular e procarionte pode ser encontrada isolada ou em colônias. Muitas bactérias possuem estruturas extracelulares como flagelos ou cílios, organelas de locomoção presentes nas bactérias móveis.

 

Muitas delas podem possuir esporos (formações que conferem resistência às bactérias), devido ao meio ambiente inadequado à sua condição de vida, esta é uma forma delas se manterem vivas até encontrarem sua condição ideal de sobrevivência. Há ainda aquelas que não possuem esporos, estas são chamadas de vegetativas.

 

De forma geral, as bactérias apresentam entre suas organelas: cápsula, membrana plasmática, ribossomos, parede celular, DNA, flagelo e pílus. Elas podem ser classificadas em dois grupos: gram-positvas ou gram-negativas.

 

As gram-positivas possuem uma parede celular mais espessa e constituição química formada por poliptídeos, açúcares aminados (glucozamina, ácido murâmico) e fosfato de ribitol.

 

As gram-negativas possuem a mesma constituição química das citadas no parágrafo acima e, além disso, apresentam ainda 10 a 20% de lipoide. Este grupo forma o maior número de bactérias patogênicas.

 

Bactérias patogênicas

 

As bactérias patogênicas são causadoras de inúmeras doenças, tais como: tétano, febre tifoide, pneumonia, sífilis, tuberculose, etc. A infecção pode ocorrer através do contato, do ar, alimentos, água, etc.



Reprodução das Bactérias

 

A reprodução das bactérias acontece de duas formas:


-  Assexuadamente, em um processo chamado bipartição ou cissiparidade.


-  Sexuadamente, em processos que recebem os nomes de conjugação, transdução e transformação.

 

Na bipartição ou cissiparidade, uma bactéria se divide, formando duas outras bactérias. Aparentemente existe um compartilhamento igual de conteúdo citoplasmático entre os novos seres. Porém, como o material genético é único e não pode ser dividido ao meio sem que ocorram prejuízos futuros, ele se duplica. Uma cópia idêntica da fita do DNA (material genético) original vai pertencer à uma das bactérias-filhas, enquanto a fita original ficará com a outra bactéria-filha.


Quanto à reprodução das bactérias que está na categoria sexuada, define-se sexo como formas de transferência de partes do DNA de uma bactéria para outra.


Na conjugação, duas bactérias ficam próximas o suficiente para que surja uma ponte citoplasmática entre elas. Através dessa ponte, uma porção do DNA de uma passa para o citoplasma da outra, unindo-se ao DNA da receptora. Esse material genético misturado comporá o DNA das bactérias-filhas.


Na transdução, a bactéria doadora de parte do DNA precisa ter sido infectada por um vírus bacteriófago. Esse bacteriófago usa a bactéria para se reproduzir. No entanto, o DNA de seus descendentes pode incorporar partes do DNA da bactéria infectada. Essas partes serão incorporadas ao DNA da bactéria receptora das partes quando essa for infectada pelos bacteriófagos-filhos.


Na transformação, uma bactéria incorpora naturalmente porções livres de DNA que estão circulando no ambiente. Essas porções são misturadas ao próprio DNA, uma ação chamada de competência. Esse DNA misto é transferido para as bactérias-filhas quando essa bactéria se reproduzir por bipartição. A função evolutiva dessa incorporação de partes livres de DNA ainda é motivo de debate entre microbiologistas.

 


Curiosidade biológica:


Pesquisadores da engenharia genética aproveitam a propriedade de competência das bactérias para modificar artificialmente o DNA de cepas de bactérias. Portanto, a reprodução das bactérias é muito útil a esse setor tecnológico.

 

Imagem da bactéria Streptococcus mutans

Streptococcus mutans: bactéria muito presente na boca das pessoas e causadora das cáries.

 

Os antibióticos

 

Os antibióticos são excelentes ferramentas no combate as bactérias patogênicas, pois, o organismo infectado por elas pode ser tratado com o uso adequado deste medicamento. Nem todas as bactérias são sensíveis ao mesmo antibiótico, por isso, cabe somente ao médico prescrever qual o melhor para cada caso.

 

 

Imagem de microscópio da bactéria Escherichia coli

Imagem de microscópio eletrônico da bactéria Escherichia coli.

 

 

Filos de Bactérias:

 

- Filo Acidobacteria


- Filo Actinobacteria


- Filo Aquificae


- Filo Armatimonadetes


- Filo Bacteroidetes


- Filo Caldiserica


- Filo Chlamydiae


- Filo Chlorobi


- Filo Chloroflexi


- Filo Chrysiogenetes


- Filo Cyanobacteria


- Filo Deferribacteres


- Filo Deinococcus-thermus


- Filo Dictyoglomi


- Filo Elusimicrobia


- Filo Fibrobacteres


- Filo Firmicutes


- Filo Fusobacteria


- Filo Gemmatimonadetes


- Filo Lentisphaerae


- Filo Nitrospira


- Filo Planctomycetes


- Filo Proteobacteria


- Filo Spirochaetae


- Filo Synergistetes


- Filo Tenericutes


- Filo Thermodesulfobacteria


- Filo Thermotogae


- Filo Verrucomicrobia



imagem de bactérias do tétano

Colônia de Clostridium tetani, bactéria causadora do tétano.

 

 

 

Imagens de Bactérias

 

Escherichia coli (causadora de diarreias, cistites)

 

 

 

Bacillus anthracis (causador do carbúnculo)


 

 

Chlamydia trachomatis (causadora da clamidíase)

 

 

 

 

Clostridium botulinum (causadora do botulismo)

 

 


Brucella (causadora da brucelose)

 

 



Haemophilus ducreyi (causadora do Cancro Mole)

 

 


Vibrio cholerae (causador da cólera)

 

 

 

 

Corynebacterium (causador da difteria)


 

 

 

 Neisseria gonorrhoeae (causador da gonorreia)

 


 

Curiosidades biológicas:

 

- A área da ciência que estuda as bactérias é chamada de Bacteriologia. Os cientistas e pesquisadores desta área estudam o ciclo de vida das bactérias, assim como sua composição química, genética e desenvolvimento.

 

- A bactéria Clostridium tetani, causadora do tétano, pertence ao filo Firmicutes.

 

- A bactéria Treponema pallidum, causadora da sífilis, pertence ao filo Spirochaetae.

 

- A bactéria Vibrio cholerae, causadora da doença conhecida como cólera, pertence ao filo Proteobacteria.

 

 



Última revisão: 21/10/2021



Por Elaine Barbosa de Souza
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo.



Bactérias Temas Relacionados
Bibliografia Indicada:

 

Microbiologia Prática (Roteiro e Manual) - Bactérias e Fungos

Autor: Ribeiro, Mariangela Cagnoni e outros

Editora: Atheneu

 

Fontes de pesquisa usada no artigo:

 

- GEWANDSZNAJDER, Fernando e LINHARES, Sérgio. Biologia – Projeto Múltiplo. São Paulo: Editora Ática, 2019.

- FAVARETTO, José Arnaldo. 360° Biologia – Diálogos com a Vida. São Paulo: Editora FTD, 2015.

 

Veja Também
GALERIA DE IMAGENS Animais marinhos
PESQUISADORESSaiba mais sobre a biografia dos grandes pesquisadores que revolucionaram o mundo da ciência. As grandes...ver
SaúdeInformações e resumos sobre temas relacionados à saúde humana, alimentação, doenças, dicas para levar uma...ver
Dicionário de BiologiaSaiba o significado de várias palavras relacionadas ao estudo de Biologia, além de muitas definições importantes.ver